quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Ecologia - Kirana Lacerda lança gincana de materiais reciclados

Todos os mil alunos da sede estão participando. Material será doado para Cooperar.

Araranguá – Cerca de mil alunos do NEP Kirana Lacerda estão participando do projeto “Reciclar também é Educar”. Segundo a diretora da escola profissionalizante, Rita de Cássia de Souza, a idéia foi concebida no ano passado, a partir dos temas transversais desenvolvidos na escola durante a Semana do Meio Ambiente, ministrados pela professora e assistente administrativa, Márcia Garcia: “Sempre pensamos que o Planeta precisa da consciência da preservação da natureza. Há muita produção de lixo, que as pessoas até separam, mas não sabem como preparar para o recebimento nas cooperativas de reciclagem”, explica a diretora. Depois de visitarem a Cooperar – Cooperativa de Trabalho e Produção dos Recicladores de Araranguá, no bairro Lagoão, a equipe da escola resolveu lançar a campanha, que é também uma gincana: “O desafio é entregar o material devidamente lavado, pronto para a entrega para a Cooperativa, e com isso, transformar nossos conhecimentos teóricos em prática”, garante a diretora.

Os alunos coletarão o material até a primeira semana de dezembro, quando encerra o ano letivo. As equipes estão separadas entre de alunos, professores e funcionários. O grupo que recolher mais descartáveis vai ser premiado: “Estamos captando brindes no comércio da cidade, para sortear entre o grupo vencedor”, conta Márcia Garcia, que montou um cantinho do reciclado na escola, e está surpresa: “Lançamos a campanha hoje (ontem) e já temos muito material”, comemora.

Para o presidente da Cooperar, Valdelir Cesconetto, o Dé, a iniciativa da escola é elogiável: “É uma parceria bem-vinda, porque além de beneficiar os trabalhadores da cooperativa, também faz com que a sociedade se conscientize sobre a importância do reaproveitamento do lixo descartável, que vem crescendo. Hoje, não se encontra mais no lixo materiais como a lata de alumínio, sinal de que já há um maior entendimento dentro das comunidades”, diz.

Dé e a diretoria da escola

A aluna Gislaine Pizzollo, 27, esteve ontem na escola assistindo palestras sobre o assunto, e apóia a idéia. Para a moradora do Balneário Arroio do Silva, que faz o curso de cabeleireira na escola, a iniciativa deveria ser estendida aos outros municípios, como na cidade onde mora: “Tem muito lixo lá”, lamenta. Mãe de duas crianças, ela diz que não costumava separar o lixo, mas que com a gincana, a prática tornou-se diária: “Já separo e limpo o lixo sem esforço, virou um hábito”, garante. Para ela, a lição deve ser repassada: “Já ensinei para meus filhos, que ensinam para os amigos, e assim tornamos nosso espaço mais limpo, além de ajudar as pessoas que vivem do que se retira do lixo”.

Aluna Gislaine

As organizadoras garantem que ano que vem, o projeto será estendido a outros núcleos do Nep espalhados pelo Vale.

*Matéria de Fernanda Guidi "Jornal Correio do Sul" - versão ampliada em relação a matéria impressa

2 comentários:

CresceNet disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my site, it is about the CresceNet, I hope you enjoy. The address is http://www.provedorcrescenet.com . A hug.

Monitor de LCD disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Monitor de LCD, I hope you enjoy. The address is http://monitor-de-lcd.blogspot.com. A hug.